top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

Video Games e Machismo!


Esqueçam as besteiras que as feministas dizem sobre machismo!


   Quando falamos de machismo, estamos sobre comportamento de macho. Coisa que veio antes do ser humano e que pode ser observado na natureza em milhares de espécies animais. Um comportamento onde machos assumem responsabilidade sobre o bem estar e a sobrevivência de suas companheiras e de seus filhotes. Lógico, dai então veio o ser humano e refinou o comportamento de um macho até os dias de hoje.



   Com o ser humano nós tivemos a era do Machismo Lascado, Era do Machismo Polido, Era do Machismo de Cobre, Machismo de Bronze e Era do Machismo de Ferro. Lógico, estou usando uma linguagem de humor simples para que qualquer besta quadrada entenda que o ser humano refinou toda uma evolução cultural e filosófica sobre o comportamento ideal de um macho.



   Mas o básico ainda está lá e isso reflete completamente em nossa cultura.


   Na natureza; Podemos observar perfeitamente casos onde animais se importam uns com os outros, se ajudando como podem, protegem uns aos outros e até mesmo percorrem grandes distancias para resgatarem uns aos outros. E nossa cultura está completamente cheia de grandes exemplos onde estas atitudes são glorificadas e onde indivíduos comuns são elevados ao nível de heróis e heroínas!


   Isso se reflete em nossa literatura, teatro, musicas, filmes, religião e até mesmo em Video Games!



   Portanto, vamos ter uma conversa sincera...



Resgatando a princesa


   Imagine que uma criança pequena lhe peça ajuda na rua porque perdeu os pais. O que você faria?


   Agora imagine que uma pessoa idosa lhe pediu ajuda para atravessar a rua. E agora uma pergunta mais complicada. O que você faria se avistasse uma pessoa passando mal pela rua?


   O Altruísmo é uma série de atitudes que cultivamos em relação as outras pessoas e isso significa ajudar sempre que possível. Seja ajudando uma criança perdida a encontrar os pais, levando uma senhora a atravessar a rua ou até mesmo salvando a vida de alguém. E salvar uma princesa é apenas mais um clichê sobre altruísmo. Altruísmo é um clichê que não pode ser condenável pois ressalva o melhor do ser humano.


   Agora troque a princesa no castelo por uma criança perdida na rua, ou por uma pessoa idosa que precisa atravessar uma rua ou por uma pessoa que está passando mal. E agora imagine que a gangue mais brutal da cidade sequestrou a sua namorada e que você precisa atravessar a cidade inteira espancando bandidos perigosos junto com o seu sogro e o seu melhor amigo? Tem coisa mais machista do que ter uma verdadeira atitude de homem quando alguém precisa? O que você faz com essa barra de ferro na mão?


   O que? Você acha que o machismo de verdade exclui as mulheres? Que não tem respeito e consideração pelas mesmas?  


...Que pena, mas games machistas estão cheios de heroínas cheias de atitude e esbanjando beleza.


Exemplos masculinos

    A princesa está em outro castelo e o clichê gira em torno de uma das atitudes mais nobres do ser humano. Tomamos assim a responsabilidade de salvar nossos amigos, nossos parentes e até mesmo o mundo! O machismo é um comportamento que nós refinamos há milênios e que tem a ver com o melhor exemplo do ser humano. E Video Games se tornaram espaços para jovens e adultos experimentarem lados muito diferentes e significativos de nossa cultura. Com direito a ver exatamente as consequências de seus piores atos. Um dos melhores exemplos atuais do Machismo nos Video Games são os Games do Batman. Onde um homem estudou e treinou por anos para cuidar de sua cidade contra os piores psicopatas possíveis, salvando pessoas inocentes e enfrentando inúmeras adversidades.

   E tudo isso sem pedir nada, NADA em troca. Isso porque Video Games também tem importantes lições sobre responsabilidade.


A Lenda do Zelda - A jornada do jovem mancebo

   95% de todas as jornadas apresentadas nos games são motivadas por puro altruísmo!

   E a Jornada do Herói ou Heroína é marcada pelo aprendizado. Heróis e Heroínas acabam por conhecerem a si mesmos e a descobrir novos lugares, novas habilidades e novas amizades. A Jornada de Heróis e Heroínas é um tema recorrente sobre a necessidade dos jovens descobrirem o mundo, encontrarem a si mesmos, entenderem as suas vocações e adquirirem experiencia de vida.

   Experiencia significa aprender novas coisas. Simples...

   E embora a maior parte das histórias envolvendo a Jornada do Herói sejam de jovens garotos, existe um grande motivo pra isso: Garotos tem um interesse maior por descobrir o mundo e adquirir experiencia de vida! Fato! Mas a Jornada é para todo mundo sem discriminação. O mundo é um lugar perigoso e desolador para todo mundo igualmente. A diferença é como nos adaptamos ao mundo...

  Existem ótimas opções de games onde meninas são mais do que igualmente bem vindas!


A porrada é livre!

   Games de porrada são um verdadeiro festival de diversidade. Tem espaço para homens, mulheres, animais, alienígenas, e tudo o mais! E é engraçado como um dos estilos mais machistas seja o mais acolhedor quanto as diferenças. Onde mulheres realmente fortes, independentes e poderosas tem o seu lugar garantido. Sem vitimismo e sem feminismo!

   Games Machistas de porrada tem o privilégio e a coragem de serem as mídias que mais mostraram tanto as mulheres quanto o publico LGBT com o devido respeito! Um verdadeiro desfile de personagens relevantes e importantes que são tratadas com muito carinho e respeito por legiões de fãs apaixonados e apaixonadas!


Enfrentando os seus maiores medos

  Games também dão uma oportunidade única ao jogador. Enfrentar os seus maiores medos para poder destruí-los ou se deixar destruir por eles. Adentrar os cantos mais obscuros de Silent Hill para tentar resgatar a sua filha ou varrer o inferno com uma escopeta. E não venha me dizer que aprender a enfrentar os piores medos não constrói o caráter de alguém.

   Aprender a enfrentar os seus medos é uma das coisas mais difíceis para qualquer pessoa...

   Adentrar os quintos dos infernos só para dar de cara com uma horda de zumbis, demônios, alienígenas, terroristas islâmicos e outros seres maléficos não é pra qualquer um. Mas os Games dão a oportunidade de enfrentar os seus piores medos sem nunca se fazer de vitima.

   E seguindo o maior clichê de todos, você é capaz de fazer tudo isso simplesmente para salvar alguém...

   Video Games são obras de arte e fazem uma parte importante de nossas vidas e de nossa cultura. Existem clichês negativos e positivos em todo lugar. Talvez seja hora de admitirmos isso e compartilhar as nossas histórias...


Por Marcio Strzalkowski Força e Honra!


Posts recentes

Ver tudo

Inicio

Comments


bottom of page