top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

Titanic

Atualizado: 5 de abr. de 2022





Titanic - 1997

Dirigido e escrito por James Cameron


Era uma vez uma expedição que não existia e que estava procurando uma joia imaginária no fundo do mar, dentro do lendário navio naufragado Titanic. Onde tudo de precioso encontrado foi um humilde desenho de uma bela moça nua com o colar de diamantes no pescoço. O Coração do Mar. Procurando saber quem é a moça no desenho, a expedição se depara com uma senhora muito idosa que promete revelar mais sobre o desenho e sobre o colar.

E agora vamos esquecer do colar, pois o verdadeiro tesouro neste filme é a história.

O filme vai usar o romance para poder contar a história real de uma das maiores tragédias que o mundo conheceu e vem cheio de informações extremamente curiosas sobre o navio e seu tempo.

James Cameron conseguiu a proeza de trabalhar na construção de duas das maiores heroínas da história do cinema na forma de Ellen Ripley e Sarah Connor. Heroínas dos filmes Aliens – O Resgate e O Exterminador do Futuro. Ambas em histórias de superação a horrores trágicos onde era lutar ou morrer. Rose não era menos indefesa que ambas. A diferença era que carregou a dor em silencio por mais tempo.

Ao mesmo tempo, James Cameron que trabalhou com os personagens machistas do Exterminador do Futuro e do Rambo, realmente compôs um novo personagem machista com menos ação e mais caráter de um ideal heroico e romântico ao estilo de Kyle Reese de O Exterminador do Futuro. Jack Dawson que é vivido pelo ator Leonardo DiCaprio que na época tinha só 22 anos e se tornou o ídolo das adolescentes. De todas.

Esta composição criou empatia entre o público e os personagens para que possamos entender o quão dramático e horrível foi a tragédia. E o maior feito do filme foi justamente não ser um filme de terror. A tragédia existe e ela mostrou ambos os lados bons e ruins no ser humano.





A jornada de Rose

Vivida pela atriz Kate Winslet, Rose definitivamente é uma personagem muito mais profunda do que se pensa. A menina de 17 anos está vivenciando no começo do filme tudo o que ela odiava. Ela passou boa parte da vida sendo comandada pela mãe que a obrigou a um casamento de interesse com um homem que nem mesmo a entendia. Ela gostava de ler Freud e das pinturas de Picasso, era uma menina jovem de alma livre que sabia que seria apenas uma escrava. Em suas próprias palavras, ela estava gritando por dentro.

Motivo que levou Rose a tentar se matar.

Depois de mais uma festa chique e sem alma, Rose corre chorando pelo convés do Titanic até a popa, parte de trás do navio, Rose se debruça para fora do corrimão contemplando as aguas pensando em acabar com o próprio sofrimento. Rose não quer se matar, mas acabar com a dor e sofrimento que ninguém percebe. E é nessa hora que ela conhece um tal de Jack Dawson interpretado pelo ator Leonardo DiCaprio.





O Machismo salva a primeira alma no filme

Naquele momento onde Rose tentava o suicídio de cima do Titanic que o simples jeito machista de Jack fez toda a diferença. Primeiro ele diz para ela não pular e ela responde:

- Como diz que não posso pular? Não pense que pode me dizer o que posso fazer ou não. Você não me conhece!

Essa frase é de uma sutileza sem tamanho. Mostra Rose falando para um desconhecido tudo o que ela queria gritar para a sua mãe e seu noivo. Pessoas que só estavam interessadas em mandar nela!

A atitude seguinte de Jack definiu completamente o seu caráter machista. Jack calmamente começou a explicar que se ela pulasse ele iria pular também para salva-la, e tirou o casaco. Ele explicou como a queda poderia doer e tirou o calçado. E então explicou que o que realmente doeria seria a temperatura congelante de 2º graus que seria como facas perfurando o corpo inteiro. E tirou outra blusa enquanto explicava que ele pularia para salva-la.

A cena que mostra Jack estendendo a mão para uma desconhecida que tentava se matar mostra o quanto que Rose não queria realmente morrer. Infelizmente ela escorrega e Jack a segura. Enquanto ela grita por socorro, Jack novamente a acalma dizendo que a pegou e que ela deveria tentar subir. Lógico que ele a salvou, lógico que os seguranças vieram com os gritos de socorro dela, lógico que pensaram que Jack era um tarado pervertido tentando fazer maldade, lógico que o prenderiam, mas, Rose explicou para todo mundo que foi um acidente onde ela quase caiu e Jack a salvou. Para desespero do noivo dela.

A sequencia em si tem uma profundidade pouco reconhecida na época de seu lançamento. Rose quase se matar por ser obrigada a obedecer a própria mãe para se casar e obedecer um homem que nem a entende. E só por dinheiro! E isso mudou quando um desconhecido procurou ajuda-la, explicou que pularia na água para ajuda-la, estendendo a mão e finalmente resgatando ela do jeito que prometeu. Foram palavras e atitudes. Ótima construção de personagens.





Relacionamentos abusivos

O filme constrói sutilmente a situação de Rose com a mãe e o noivo até finalmente colocar na tela a gravidade de sua situação. Avisado da aproximação de Jack e Rose que não paravam de conversar e se ver com direito a festa na 3ª Classe, o noivo explode em violência no dia seguinte de uma maneira que deixou Rose apavorada.

Em seguida, a mãe de Rose faz questão de lembrar para ela mais uma vez que o seu casamento arranjado seria uma salvação para as dividas do seu falecido pai. Rose está cercada entre ameaças de uma vida de casamento violento e o abuso psicológico de sua mãe.

Rose foi proibida de ver Jack novamente e obrigada a viver a sua vida obedecendo.



Jack fez questão de ir conversar com Rose mesmo sendo impedido pelos funcionários. Ao ponto de roubar um casaco e encontra-la às escondidas. E de novo, o personagem entendia perfeitamente Rose de um jeito que nem ela mesma se via. Ela estava em uma relação de controle da mãe e do noivo. E qual melhor expressão de romance do que desenhar Rose nua?

O casal foge, tem a sua noite de amor em um carro luxuoso e Rose decide que viverá com Jack sem se importar com mais nada.



E então veio a tragédia

Toda a história do filme criou um casal simpático que percorreria todos os diversos ambientes do Titanic, muitos dos diálogos vinham carregados de informações históricas, pessoas reais foram retratadas e até as salas de maquinas onde as pessoas trabalhavam nas caldeiras foram mostradas. Mas nada realmente preparou o publico para a reconstituição mais fiel do desastre que foi mostrada quase que em tempo real.

A tragédia do Titanic ocorreu com uma série de erros e um dos erros foi não usar nem os binóculos e nem iluminação suficiente para avistar icebergs na noite. Ao avistar o iceberg, o navio estava indo muito rápido quando tentou manobrar até que o iceberg raspou a parte de baixo do navio fazendo uma série de buracos pelo navio.

Os primeiros seres humanos a sofrerem foram os trabalhadores das caldeiras que dramaticamente tiveram que correr para as saídas de emergência que estavam sendo fechadas automaticamente. Alguns acabaram ficando para trás.

O capitão, o dono do Titanic e o engenheiro que o construiu se reuniram. O engenheiro então explicou a situação, o navio que dizia na propaganda que nem mesmo deus o afundaria, iria afundar dentro de 1 hora.





Mulheres e crianças primeiro

Mulheres e crianças primeiro é uma das frases mais machistas e que melhor representa o ideal de atitude em um momento de crise. Significa a atitude máxima de respeito a vida das pessoas mais inocentes e indefesas.

A tripulação começou a acordar os passageiros e distribuir coletes salva-vidas. Nos primeiros momentos as pessoas nem estavam preocupadas, faziam piadas e jovens jogavam futebol com os pedaços de gelo no convés. As mulheres da primeira classe foram as primeiras a serem embarcadas no primeiro bote com apenas 12 pessoas onde cabiam até 60.

A tragédia do Titanic também recai sobre o casal Jack e Rose que são separados. Jack é acusado injustamente de roubar o Coração do Mar e Rose conhece a violência do homem com quem iria se casar. Rose é obrigada a obedecer seu noivo e sua mãe para entrar em um bote e este seria o final da história.

Cansada das piadas de seu ex-noivo e de sua mãe a cerca da tragédia que pode se abater sobre as pessoas, Rose finalmente se rebela! Foi o momento final de Rose com sua mãe. A última vez que se deixaria ser controlada. Abandonou seu ex-noivo que não aceitou a rejeição. Rose sabia que não teriam botes salva-vidas para todo mundo e preferiu ficar no Titanic com Jack. Preferiu escrever a própria história a obedecer os outros mesmo que tenha que escolher não entrar no primeiro bote salva-vidas a deixar o Titanic! Seu ex-noivo decide partir novamente para a agressão e violência e recebe uma bela gusparada na cara!


A hora em que Rose desce para a 3ª Classe faz parte de sua jornada pessoal onde ela encontra uma coragem que nem sabe ter e também faz a reconstituição de como as pessoas de 3ª Classe se portaram. Uma cena enigmática mostrou a multidão literalmente seguindo os ratos para fugir da água. A hora em que a água começou a entrar gelada. Pessoas de diferentes culturas confusas com uma placa. Pessoas que ficaram presas e perdidas. O filme faz um retrato de como a tripulação fechou a 3ª Classe para evitar que os pobres saíssem nos botes, o que nunca aconteceu.

Rose corajosamente consegue salvar Jack fazendo loucuras que nunca pensou que faria! Um funcionário a encontra, tenta arrastar Rose para a segurança e recebe um belo soco no nariz! Rose ficou pescotapa! E para salvar Jack, Rose precisa entrar na água gelada e partir a algema que o prende com um golpe de machado!


Pauladas e tiroteios

Quando os passageiros finalmente perceberam que só teriam 20 barcos salva-vidas para 2,200 pessoas que as confusões começaram. A tripulação acabou tendo que defender os barcos dos próprios passageiros que precisavam. Chegando ao ponto onde precisaram dar pauladas e ameaçar atirar nos passageiros para evitar que tomem os lugares das mulheres e crianças.

Curiosamente a 1ª Classe estava calma e reunida no interior do salão do Titanic sem fazer ideia da gravidade da situação, pedindo comida de bordo e champanhe, inclusive. Não havia pânico algum embora houvesse preocupação.

Mais uma vez Rose tem a chance de se salvar pelo dinheiro de seu ex-noivo. Em comum acordo o próprio Jack a embarca para que ela se salve. No entanto, Rose decide ficar com Jack sem dever nada ao ex-noivo e num ato de loucura ela pula do salva-vidas de volta ao Titanic. Nesta hora onde havia calmaria, o ex-noivo de Rose resolve partir da violência de antes para a tentativa de assassinato atirando no casal e fazendo com que fujam para os andares abaixo que estavam sendo imundados. Indo parar na 3ª Classe onde ambos encontram um menino sozinho em um corredor prestes a encher de água, eles carregam a criança até o pai os encontrar, pegar seu filho e correr exatamente para uma porta que estava para se arrebentar com a pressão da água. Uma das primeiras mortes trágicas do filme.





Justiça para o Oficial William Murdock

No filme, o 1º Oficial Murdock é mostrado recebendo suborno no meio da tragédia, na tentativa de proteger o penúltimo bote salva-vidas o Oficial Murdock atira e mata dois jovens que só queriam se salvar e por causa disso ele decide se matar com um tiro na cabeça. Acontece que o 1º Oficial William Murdock não morreu assim. As testemunhas afirmam que William Murdock foi um herói que jogou inúmeros moveis ao mar para salvar as pessoas, coordenou até o fim a saída dos botes e afundou junto com o navio e outras tantas almas. Na Escócia, William Murdock é um herói com direito a estatua!





Nearer My God to Thee

Uma das histórias mais tristes sobre o Titanic aconteceu de verdade quando os músicos decidiram tocar músicas alegres para evitar o pânico entre os passageiros. Este fato foi retratado em todos os filmes sobre o Titanic, pelo menos os que prestam.

Com a saída do último bote, os músicos decidem se separar. Mas um deles começa a tocar sozinho a canção Nearer, My God to Thee (Mais Perto de Ti Meu Deus) Composta por Lowell Mason, Sarah Adams e cantada por Perry Como. Tendo uma linda versão cantada por Elvis Presley.

Durante esta sequencia, podemos ouvir a bela canção enquanto as imagens mais dramáticas sobre o Titanic começam a acontecer. O Capitão resolve ficar no timão do Návio até a água invadir e afundar junto com o Titanic. O casal idoso Isidor e Ida Straus morrem juntos e abraçados na cama depois de Ida honrar seus votos de casamento para morrer junto de seu marido. Uma mãe que não conseguiu embarcar nos botes com seus dois filhos coloca as crianças na cama e conta uma história para dormirem antes de tudo acabar. Thomas Andrews que construiu o Titanic resolve ficar na sala dos fumantes e ajustar o relógio do navio pela última vez. A esta hora o proa do Titanic, a parte da frente, já estava toda submersa e a água já chegou até os últimos passageiros. Os últimos botes salva-vidas encontrados começaram a ser engolidos pela água. Dois senhores se vestiram com as melhores roupas para morrerem com a melhor classe possível e observam horrorizados a água vindo em sua direção.

Ao final da música, um dos músicos apenas diz: Companheiros, foi uma honra tocar com vocês esta noite.




Os últimos momentos do Titanic

O final mostra uma reconstrução fidedigna onde o salão vai enchendo de água, temos pavor, pessoas tentando se segurar onde podem. Pessoas correndo para a popa, que é a parte de trás do navio. As grandes chaminés começam a se soltar e a cair esmagando as pessoas. Um grupo pode ser visto sendo consolado por um padre que recita uma prece. O teto de vidro do salão é destruído. Corredores são tomados pela água.

Toda a popa do Titanic é erguida no ar enquanto a frente afunda. Até mesmo suas hélices são levantadas. Pessoas caindo do alto da Popa despencam mais de 20 metros de altura até bater na água gelada. E as pessoas que se jogam ao mar descobrem que a temperatura de 1 ou 2 graus da água levam a uma morte lenta e dolorosa enquanto o corpo humano congela. Uma mãe diz ao seu filho no colo que tudo vai terminar logo. As luzes se apagam na medida em que o Engenheiro Chefe Joseph Bell e sua equipe morrem na sala de energia enviando mensagens de socorro.

Em pouco tempo a popa do Titanic se ergue de tal modo que as pessoas que se jogam caem quase 100 metros até chegar na água.

Um humilde padeiro chamado Charles Joughin está na Popa junto a Jack e Rose. O Padeiro está bêbendo as últimas doses de Whisky para controlar o medo da morte.


Um dos momentos mais tensos ocorre quando barulhos altos como tiros podem ser escutados. Ocorre que o peso do Titanic o está partindo em 2! A popa literalmente despenca ao mar por cima de inúmeros passageiros e depois volta a se inclinar a quase 80 graus matando muitas pessoas.

O simples ato de afundar fez o peso do navio tragar mais pessoas para baixo. Incluindo Jack e Rose que estavam refugiados no alto da Popa no mesmo lugar onde se conheceram.






O fim de tudo

Após o Titanic finalmente afundar, as centenas de pessoas que conseguiram chegar na superfície se depararam com um oceano infinito de frio congelante. Jack e Rose conseguem encontrar justamente um pedaço de uma porta onde só haveria espaço para uma única pessoa ficar em cima protegida do frio. Mesmo sob protesto, Rose é colocada sobre a porta.

As palavras finais de Jack são para que ela siga em frente na vida. Que ela deve prometer que terá muitos filhos e que só morrerá de velhice. Não naquele lugar.

Em pouco tempo, com a chegada do único barco salva-vidas que voltou, Jack estaria morto como centenas de outras almas.

Rose é uma das últimas pessoas que foram resgatadas. Rose e o velho Padeiro Charles Joughin que encheu a cara de trago e realmente sobreviveu ao congelamento, mas isso ficou de fora do filme!



Curiosidades:




Inafundavel Molly Brown

Vivida por Kathy Bates, Margareth Brown, ou Maggie. O filme realmente não mostra, mas esta mulher extraordinária brigou com o contramestre do bote onde ela e outras mulheres estavam horrorizadas assistindo as pessoas se jogando e se afogando enquanto o Titanic afundava. Maggie tomou conta do bote salva-vidas e ajudou a resgatar algumas pessoas. Mais tarde em sua vida, Maggie Brown fez parte de jornadas politicas por direitos das mulheres e das crianças. Ajudou a fundar novos parâmetros de segurança e resgate em naufrágios. Durante a Primeira Guerra recebeu a Ordem Nacional da Legião da Honra por cuidar dos soldados americanos.

Após a sua morte em 1932 que ganhou os apelidos carinhosos de "Molly Brown" e "Inafundável Molly Brown",


316 mulheres e 56 crianças salvas graças ao machismo.





6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page