top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

The Batman


The Batman (2022)

Dirigido por Matt Reeves

Escrito por Matt Reeves e Mattson Tomlin


Filme maravilho abordando um Batman mais detetive e em conflito direto com a policia de Gotham City perseguindo uma versão do Charada que abraça suas influencias como serial killer perturbado em uma trama que envolve politica e crime organizado! Um filme Noir no melhor definição de ser um filme escuro, violento e com uma trama que esconde reviravoltas ate o final!


Eu sou a vingança

O Batman deste filme tem toda a proposta de ser claramente diferente das outras versões do cinema, mas com sua essência interpretada pela visão do diretor. O plano original era este ser o Batman do ator Bem Afleck, que abandonou o projeto em 2017! Sendo agora interpretado por Robert Pattinson. E o que podemos ver no filme desde a primeira aparição do Batman é exatamente um Batman com raiva explosiva! Quando os primeiros palhaços tentam lutar contra ele, o Batman tem explosões de fúria que deixam qualquer pessoa apavorada! O Batman não só derruba seus inimigos, mas também é capaz de bater neles no chão até quebrar seus ossos!


Ao mesmo tempo, Batman é chamado para uma cena de crime por ninguém menos que o tenente James Gordon interpretado por Jeffrey Wright. O crime foi o assassinato do próprio prefeito Don Mitchell Jr. interpretado por Rupert Penry-Jones. E então podemos perceber que o Batman com a fúria explosiva é ao mesmo tempo um detetive metódico e extremamente frio. A situação com a policia de Gotham City é super tensa. São nuances dramáticos que acompanhamos por boa parte do filme.


Um vigilante violento é chamado para ajudar a policia em uma serie de crimes envolvendo a alta cúpula da policia em Gotham City. E a partir desse ponto, tudo é Spoiler!


Charadas diferentes

Vou mencionar diferentes versões do Charada para então falar sobre o personagem neste filme. Nos anos 60 o Charada do seriado era simplesmente igual ao da revista com seu tom de comedia para crianças e adultos. Com o fim do seriado, o Batman nas revistas passou por um processo de voltar as raízes de ser um personagem serio que só atuava a noite. Nos anos 70, o personagem quase foi abandonado por um bom motivo, o serial killer real Zodíaco! Que mandava cartas criptografadas para a policia e que nunca foi capturado! Nos anos de 1970 nem passava pela cabeça da DC Comics deixar um de seus personagens se tornar tão cruel.


Mas então vieram os anos de 1980.

Diversos personagens foram consideravelmente evoluídos no horror de seus piores crimes. O Espantalho se tornou um monstro de filme de terror. Coringa matou o Robin Jason Tood! A revista Batman – O Cavaleiro das Trevas foi um marco na historia da literatura. Diversos personagens evoluíram com o tempo. Mas poucas vezes conseguimos ver o Charada sequer como um criminoso! Mesmo no seriado Batman dos anos 90!


Uma das melhores versões do Charada veio com o desenho animado The Batman de 2004, onde o Charada tinha uma aparência parecida com um roqueiro. Aquela versão era um vilão simplesmente que conseguia sair na porrada com o Batman e ainda ser um criminoso que envolvia máfia, policia e politica em seus crimes! Um oponente físico e psicológico.

Outra versão boa veio na serie de games Batman Arkham Asylum! Com três ótimos jogos incluindo Batman Arkham City e Batman Arkham Knight. Também existe o game Batman Arkham Origins, que é feito fora do estúdio original, mas ainda é um ótimo game. Nesta versão, o Charada captura diversas pessoas para colocar em jogos onde Batman deve resolver para salvar suas vidas! No game, nunca assistimos ao Charada matar alguém diretamente.


E tem o Charada de Jim Carrey!

O personagem de Jim Carrey imita trejeitos perfeitos do comediante Frank Gorshin, que fez o personagem nos anos 1960, ao mesmo tempo onde existe a genialidade de Jim Carrey para fazer um personagem quase infantil com nuances de uma sexualidade inadequada!

Falei de diferentes versões do Charada e até fiz questão de falar da versão do Jim Carrey antes de mencionar que o Charada deste filme mata! A primeira cena do filme é o Charada assassinando o prefeito de Gotham City! E além de matar, deixou o corpo com mensagens tanto para a policia de Gotham quanto para o próprio Batman! Abraçando seu lado assassino e começando o filme como um bom filme de detetive!



A Máfia

Toda boa obra envolvendo o universo de Gotham City entende que o crime possui um universo próprio sempre em movimento! Este filme entende isso. Na hora em que Batman precisa investigar a ligação entre o comissário Pete Savage com o Prefeito Don Mitchell e uma misteriosa mulher chamada Annika, ele vai ao Iceberg Lounge! Todo o desenrolar de Batman mostra um submundo sujo debaixo do tapete de Gotham!


Em primeiro que Batman precisa bater para entrar no Iceberg Lounge. Isso significa bater em diversos capangas para então conhecer o homem que comanda o Iceberg Lounge, o Pinguim é interpretado pelo ator Colin Farrell que esta irreconhecível no papel!


Dentro do Iceberg Lounge, percebemos um Pinguim mostrando como não tem medo do Batman. Um de seus testes é mostrar detalhadamente diversas notas de subornos na frente do vigilante para mostrar que não tem medo dele. E logico que não revela nada sobre a misteriosa Annika. Mas Batman reconhece que uma mulher misteriosa reconhece a foto de Annika. Ao sair do Iceberg Lounge, ele investiga e conversa com a gatuna Selina Kyle!

Voltando ao Iceberg Lounge, descobrimos mais ainda do submundo de Gotham com policiais trabalhando para a máfia, juízes, vereadores, deputados e o promotor público de Gotham, Gil Colson, interpretado por Peter Sarsgaard. E mais do que isso, somos apresentados ao mafioso Carmine Falcone interpretado John Turturro.

Toda essa sequencia é o Batman detetive desvendando os podres do submundo de Gotham City!



O Respeito às mulheres

Adoro falar sobre como filmes machistas tem espaço e respeito pelas mulheres! Neste filme, Batman investiga Selina Kyle até descobrir que ela é uma ladra que trabalha no Iceberg Lounge. Eles lutam e mesmo Batman tendo toda vantagem do mundo, ele não a derrota e nem a entrega. Aqui ele faz algo diferente, ele oferece ajuda para encontrar Annika e pede em troca que Selina Kyle entre no Iceberg Lounge para descobrir os podres de Gotham City.

A Mulher Gato é agora interpretada pela atriz e cantora Zoë Kravitz. Ela faz parte integral da investigação de Batman e sua performance tem a sutileza de mostrar que ela esta completamente apavorada de entrar tão fundo no Iceberg Lounge.


A Bomba Relógio

Durante o funeral do Prefeito Don Mitchell, temos o dialogo revelador entre Carmine Falcone e Bruce Wayne falando sobre Thomas Wayne. E aqui temos que dar todo o credito ao escritor Jeph Loeb na obra Batman - O Longo Dia das Bruxas. O escritor que escreveu o filme Comando para Matar também é responsável por criar um arco que liga o bilionário Thomas Wayne com o mafioso Carmine Falcone!


Então somos surpreendidos por um carro invadindo o funeral e dentro do carro temos o promotor publico Gil Colson com uma bomba preparada em seu pescoço. E o único que pode atender o telefone para tentar impedir a morte do Promotor é o Batman!

A cena é perfeita por mostrar a essência de um Charada capaz de explodir a cabeça de um homem ao vivo na TV para passar uma mensagem. No filme, tudo o que Gotham City acreditava sobre a maior apreensão de drogas da historia de Gotham é questionado! A prisão do mafioso Salvatore Maroni é questionada!


O Charada quer o nome do rato que entregou Maroni.

E a partir do ponto onde o promotor aceitou morrer ao vivo decapitado por uma explosão que sabemos que Batman não pode confiar em ninguém! Seja na politica, na máfia ou na Policia!

O único a se confiar é o Tenente Gordon. Mas a bomba relógio também é a metáfora para as mentiras voltarem todos contra todos.


Ratos Voadores

O Plano do Charada deu certo. Ele colocou todos contra todos! Políticos contra policia e policia contra a máfia. Batman se torna suspeito sobre ser chamado de rato com asas, mas pinguins e falcões também tem asas. São mensagens de dois gumes.

As mentiras se empilham!

A maior apreensão de drogas da historia de Gotham City foi uma mentira que colocou Falcone no poder, elegeu um novo prefeito e cada policial de Gotham estava envolvido. Menos o Tenente Gordon, que agora tem um alvo nas costas!


O Charada mostra na TV os podres que podem ser, ou não, verdade. Martha Wayne pode ter matado os pais e ter sido trancada no Asilo Arkham! E Thomas Wayne pode estar envolvido no assassinato do jornalista que chegou ate essa historia! O assassinato pode ter desencadeado uma luta entre os mafiosos Maroni e Falcone que acabou com o assassinato de Thomas e Martha Wayne!


Se chega a um ponto onde Bruce Wayne vai ate o Iceberg Lounge. Existe toda uma mística sobre como Batman tinha entrado antes no Iceberg Lounge arrebentando todos os capangas possíveis antes e a forma toda diferente de como Bruce Wayne adentra o Iceberg Lounge com toda educação e convites.



Trazer Falcone para a luz

Ao final, todas as mentiras levam a Mulher Gato, a Policia e principalmente o Batman para o Iceberg Lounge para derrubar Falcone! Tudo baseado em uma verdade, Falcone assassinou Annika estrangulada. É uma sequencia de ação espetacular. Desde Batman se infiltrando no Clube até a resolução da trama de Selina Kyle com Falcone.


Depois que Batman prende Falcone, o Charada se revela!

E você deve estar se perguntando se eu esqueci de mencionar como ele se revela ou onde. Mas dai eu explico que sou malvado e não quero deixar um Spoiler a solta.

Mas o fato é que o Charada já tinha isso planejado assim como o próximo ato.


A Charada Final

O final do filme é sobre o Charada ter orquestrado diversas explosões para alagar Gotham e seguidores para atirar no estádio de Gotham onde a prefeita vai se apresentar para declarar estado de emergência. O filme cuidadosamente plantou esse final de forma que parece algo forçado, mas já aviso que já tinha tudo lá.


As vans, os seguidores assistindo tudo pela TV, as mensagens do Charada. Até a sequencia onde Batman fala com o psicótico em Arkham! O plano do Charada estava redondo. Só não contava com Batman decidido a enfrentar os atiradores.

Dessa vez, Batman tem sim dificuldades de enfrentar bandidos com fuzis e escopetas. É importante revelar o obvio de que a fraqueza do Batman é enfrentar bandidos usando grosso calibre.


O combate final mostra Batman levando chumbo grosso e ficando mal no chão. Até mesmo precisando da ajuda da Mulher Gato. E em pior situação, recorre a uma injeção do que podemos entender como adrenalina pura. E que nas piores hipóteses, se trata de uma injeção de Veneno, droga usada no submundo de Gotham que permite força e fúria incomparáveis. A droga é tão poderosa que Batman se descontrola socando o ultimo atirador.

E aqui temos a lição de moral do filme.


Da vingança a Esperança

O filme inteiro mostra o Batman como detetive, como a encarnação da vingança, batendo e esmagando os rostos da criminalidade. E tudo o que conseguiu no final foi empilhar problemas por cima de problemas.


O ponto de mudança foi quando Batman viu a devastação provocada pelo Charada e seus atiradores. A agua tomando conta de Gotham City, pessoas assustadas e um grande cabo de energia prestes a tocar a agua. A cena é simples, porem com significado. Batman chega até o cabo e o corta mesmo que seja eletrocutado e caia no processo. Batman se sacrifica. Ele não sabia se iria sobreviver e mesmo assim o faz. Ele se sacrifica e cai no abismo pelas pessoas.

Sobrevivendo o choque e a queda, Batman acende um sinalizador de emergência e adentra a escuridão fria para resgatar pessoas. Nesse ponto o Batman transcende bordas do que definem o vigilante e detetive como vingança contra o crime para se tornar algo mais. Um resgatista que provem esperança! A exata motivação de bombeiros, de médicos e paramédicos que adentram lugares de até absoluto horror para salvar o máximo de pessoas. Adentrar a escuridão fria sempre remete a uma descida ao inferno.


Ao estender a mão, a primeira reação a Batman é ver uma pessoa com medo. E logo, o medo se torna aos poucos esperança. Ao final do filme podemos ver Batman ajudando pessoas no resgate, carregando pessoas no colo e até mesmo desafiando um dos maiores adversários de Batman, a luz do dia.


Um ótimo filme!



A Mulher Gato Lacradora!

Essa é a minha maior critica ao que fizeram com a Mulher Gato!

Eu não tenho nenhum problema com uma Mulher Gato negra! De fato, temos que reconhecer que Eartha Kitt foi a Mulher Gato negra que deu uma voz quase definitiva ao ronronar as suas falas para Batman nos anos 60. Única Mulher Gato a não ter interesse amoroso no Batman.

Halle Berry também conta, apesar do diretor do filme quase ter destruído a personagem e a carreira da atriz. E mesmo que duas grandes atrizes negras tenham interpretado a personagem, e principalmente pelo fato de que Eartha Kitt foi uma ativista dos direitos para pessoas negras em uma época onde nem os Democratas, a Esquerda americana, defendiam direitos para pessoas negras. Temos que reconhecer que a personagem Mulher Gato nunca precisou de lacração!


Neste filme, a personagem chega a ser apresentada como supostamente bissexual e que pretende encontrar a amiga a qualquer custo. Mas fica louca para iniciar um romance com o Batman! Tenho certeza que romances não são desse jeito. Mas tá valendo.


O problema é uma única fala!

Ela fala pro Batman que está cansada de homens brancos!

Que racista do caralho...


É uma lacração que desrespeita o publico e a própria história da personagem.


Por Marcio Strzalkowski

Força e Honra!

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page