top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

O Silencio dos Inocentes



Filme de suspense, horror e principalmente drama envolvendo uma das heroínas mais importantes do cinema. Clarice Staling, que representa muito bem para as mulheres o que é ingressar nas forças de segurança sendo mulher.

Nenhuma feminista escreve sobre a importância desta personagem. Por isso, dedico meu review machista e reacionário a todas as minhas amigas que tiveram que suar para entrar para a policia, bombeiros, enfermagem, resgate e justiça!


O Silencio dos Inocentes

Dirigid por Jonathan Demme

Escrito por Ted Tally

Baseado no Livro O Silencio dos Inocentes de Thomas Harris III



Assassinos e mistérios

O inicio do filme foca exatamente no treinamento de Clarice Starling. Ela está correndo sozinha por trilhas em seu treinamento para o FBI, inclusive passando por um obstáculo de cordas. Uma das placas diz, “dor, humilhação e trabalho... ...Aprenda a amar isso!”


Clarice é interrompida e deve se apresentar ao seu superior.


Já no inicio do filme podemos ver uma leve construção da personagem. A atriz Jodie Foster entra sozinha em um elevador com vários outros homens. Todos com olhos apenas para a única mulher. Nesse ponto, autor e diretor acertaram em cheio no que muitas mulheres passam ao adentrar forças especiais, homens e mulheres são diferentes e essa diferença deve ser respeitada.


Ao encontrar seu superior Jack Crawford, vivido pelo ator Scott Glen, Clarice recebe a missão de entrevista ninguém menos que o Doutor Hannibal Lecter para tentar conseguir informações sobre o assassino chamado de Búfalo Bill. Poucas palavras são mencionadas para a construção do que Clarice iria enfrentar. Descobrimos que Hannibal está preso em segurança máxima e tem o apelido de Hannibal Canibal!


São pequenas construções e mistérios que iniciam este filme.



Hannibal Lecter

A construção do suspense sobre o Doutor Hannibal Lecter é um dos pontos altos do filme. O Dr. Frederick Chilton, vivido pelo ator Anthony Heald, é o diretor do manicômio de segurança máxima e se beneficia de seus estudos sobre Hannibal Lecter.


Só para chegar ao Doutor Hannibal Lecter, existe um corredor de segurança máxima onde Clarice precisa ficar do lado da parede para evitar ser agarrada pelos outros presos. Chegar ao Doutor Hannibal Lecter se torna uma descida até o inferno para a jovem Clarice Starling. Um dos presos é tão perigoso que se joga contra as grades e grita que consegue sentir o cheiro da vagina de Clarice.

Até que conseguimos encontrar o Doutor Hannibal Lecter, vivido pelo ator Sir Anthony Hopkins. Ele se encontra simplesmente parado em pé aguardando Clarice, diferente de todos os outros pacientes.


Aqui, Hannibal Lecter concorda em trocar informações sobre o perfil do assassino Buffalo Bill. Mas em troca de informações pessoais de Clarice!

Hannibal Lecter não sofre de nenhum problema mental! Ele é simplesmente cruel em sua natureza e fará de tudo para humilhar a detetive Clarice Starling!


Em uma demonstração de desrespeito, Hannibal Lecter pergunta o que o prisioneiro tarado gritou para ela. Ela responde que o prisioneiro gritou que sente o cheiro de sua vagina. Então Hannibal Lecter respira fundo pelos respiradouros de sua cela de vidro e depois descreve calmamente os produtos que Clarice usa para higiene pessoal. Humilhante!


Por fim, Lecter quer as informações pessoais de Clarice. Seus traumas de infância e vida adulta! Lecter pretende usar os traumas de Clarice contra ela! Quando Clarice decide ir embora, o prisioneiro tarado joga na cara dela o seu esperma! Humilhada, Clarice é chamada de volta por Hannibal que a presenteia com uma informação vital de uma de suas vitimas!

A cena de Clarice chorando no estacionamento sozinha reflete perfeitamente o trauma que ela acabou de passar ao entrevistar Hannibal Lecter.



O Suplicio de uma Mãe

Uma menina é sequestrada pelo assassino. Ela é jogada no fundo de um poço e deve obedecer as ordens do assassino de passar loções para a pele. Aos poucos vamos descobrindo que a menina é filha de uma Senadora, Senadora Ruth Martin, vivida pela atriz Diane Baker, mas o ponto mesmo é onde a própria Senadora vai para a TV pedir pela vida de sua filha!


Catherine Martin, interpretada pela atriz Brooke Smith. As fotos de Catherine ilustram as imagens da TV enquanto sua mãe repete seu nome, Catherine. Isso é para ajudar a mostrar ao assassino que Catherine é um ser humano. Não alguém que ele pode matar por prazer ou crueldade.

Em seu suplicio de mãe, ela decide negociar com ninguém menos que Doutor Hannibal Lecter pelo nome do assassino.


Hannibal é amarrado e amordaçado como o animal que é, com direito a uma mascara clinica para evitar que ele seja capaz de morder uma pessoa. Coisa que é capaz!

Diante da Senadora, Hannibal Lecter foi capaz de olhar a mãe desesperada nos olhos e mentir! Entregar uma pista falsa em forma de anagrama, palavras cujas letras podem ser realinhadas para formar outras palavras. E ainda assim humilhar a Senadora com o próprio amor que sente por sua filha.


Quem descobre tudo é Clarice Starling, que desvendou o anagrama na palavra “ouro de tolo”.




Quem é Buffalo Bill?

Mais de 20 anos do lançamento deste filme e a militância politicamente correta decidiu “cancelar” o filme. Isso tem tudo há ver com o assassino Buffalo Bill!


A Cultura do Cancelamento é um fenômeno já antigo que precisa ser denunciada. Pois se trata de uma prática comum a socialistas fascistas, socialistas comunistas e a nacional socialistas. O maior crime na doutrinação que recebemos hoje é de doutrinadores escondendo o caráter socialista de fascistas e nacional socialistas. Que é a pratica de perseguir pessoas por visões contrárias ao socialismo até perderem seus empregos. A Cultura do Cancelamento vai do caráter imbecil de “cancelar” pessoas, filmes de décadas atrás ou onças que comem capivaras. E chega no verdadeiro caráter onde se denuncia que fascismo, comunismo e nacional socialismo são a mesma coisa: Perseguição a opositores na China e Venezuela, prisão de padres da Nicarágua e o Supremo Tribunal Federal do Brasil censurando jornais para prender jornalistas. Fatos que tem ocorrido muito na última década.


Mas e Buffalo Bill?

A grande revelação deste filme é que Buffalo Bill, vivido pelo ator Ted Levine, é um transtornado que quer fazer cirurgia de redefinição sexual! É um travesti!

A palavra travesti significa exatamente algo que é feito para enganar! Uma fraude! E embora exista uma boa mensagem sobre a transformação utilizando a Mariposa da Morte, Buffalo Bill utilizou a mensagem para algo completamente macabro!

Ele sequestra mulheres por cobiçar sua feminilidade e pretende fazer um vestido com suas peles! Essa motivação o leva a sequestrar, matar e esfolar suas vitimas.


Absolutamente aterrorizante que em 20 anos, os atos de violência brutal de Buffalo Bill sejam hoje, praticamente defendidos por uma militância socialista que finge representar as mulheres e os gays.



A Metáfora da Mariposa da Morte

Clarice vai se especializando no caso a medida onde investiga e descobre sobre o ritual do assassino de colocar uma traça na boca de suas vitimas. A Mariposa Acherontia atropos, conhecida como Mariposa da Morte, Esfinge caveira ou simplesmente como Borboleta-caveira.

Ela nasce como uma larva de lagarta que a primeira vista é repugnante. Mas no decorrer de sua vida ela se transforma em um casulo para então renascer como uma linda borboleta!


Neste sentido, para encontrar Buffalo Bill, Clarice recebe a mensagem de Hannibal Lecter para entender o monstro como um ser humano! Ele é Jame Gumb! Homem confuso com a própria sexualidade que cobiça o lado feminino de suas vitimas!

Ele se enxerga no fundo do poço, logo, suas vitimas são colocadas no fundo do poço!

Ele se engerga como alguém em transformação, logo, ele cria as lagartas da Asia em sua casa.

Ele se enxerga na escuridão, portanto, ELE TEM UM OCULOS DE VISÃO NOTURNA!


E para encontrar o homem, Clarice entende que ele via cada uma de suas vitimas da janela de sua casa!

Seguindo para o endereço certo de Buffalo Bill, Clarice cai na armadilha do assassino quando ele desliga toda a iluminação do lugar.

Clarice fica sozinha na escuridão com o choro de Catherine e o assassino armado com um revolver e um óculos de visão noturna!



O Silencio dos Cordeiros

Enquanto Clarice está resgatando Catherine, Hannibal Lecter executa seu plano de escapar!

Seu plano é escapar das algemas e brutalizar ao máximo os dois oficiais para encobrir a sua fuga! Um dos guardas terá seu rosto completamente desfigurado enquanto o outro será tão brutalizado que será crucificado!

E a essa hora todos os meus 7 leitores devem estar se perguntando sobre como eu não explico partes chaves desse filme. Como Clarice Staling sai de seu encontro com Buffalo Bill? Como Hannibal Lecter se solta das algemas? Como ele foge?

São perguntas demais que são respondidas dentro de um filme de suspense e horror policial onde os detalhes são parte da diversão.


Para terminar meu review, aqui vai minha investigação sobre as obras envolvendo Clarice Starling e Hannibal Lecter!

A história de O Silencio dos Inocentes se inicia em 1981 com o romance Dragão Vermelho, Red Dragon. Primeira aparição de Hannibal Lecter. Adaptado em dois filmes, o original Manhunter - Caçador de Assassinos de 1986.

Posteriormente refilmado em 2002. O Silencio dos Inocentes. A sequencia Hannibal de 2001 de Ridley Scott e terminando com Hannibal Rising - Hannibal - A Origem do Mal de 2007.


Vale a pena mencionar que o seriado Clarice de 2021 também é muito bom, especialmente focado em Clarice Starling.


Oscar de Melhor Filme!

Oscar de Melhor Diretor para Jonathan Demme

Oscar de Melhor Ator para Anthony Hopkins

Oscar de Melhor Atriz para Jodie Foster

Oscar de Melhor Roteiro adaptado para Ted Tally


Por Marcio Strzalkowski

Força e Honra!

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page