top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

Mulher Maravilha 1984


Mulher Maravilha – 1984 (Wonderwoman - 1984 - 2020)

Dirigido por Patty Jenkins

Escrito por Patty Jenkins, David Callaham e Geoff Johns


O Filme começa de forma maravilhosa!

Mostrando novamente a pequena Diana competindo entre as guerreiras amazonas. Repetindo o cenário e os treinamentos da Ilha de Themyscira. Mas sem repetir a história. Aqui, as Amazonas estão em uma competição de altíssimo desempenho. E a Pequena Princesa Diana faz parte da competição!

Toda a sequencia é um show de direção.

Nenhuma heroína de verdade nasce de mentiras

Antes de completar a competição como vencedora, Diana é impedida por sua tia e mentora General Antíope (interpretada pela talentosa atriz e diretora Robin Wright). Sua mensagem é dura, porém justa. Diana pegou um caminho mais curto, isso é trapaça. Fica a lição de vida. Ninguém pode vencer sem estar preparado para vencer. E não há vergonha nisso. Nenhuma heroína de verdade nasce de mentiras.


Depois dessa lição dura de vida, Diana é confortada com a sabedoria de sua mãe Rainha Hipólita (vivida pela Connie Nielsen). As duas juntas observam a estatua em homenagem a Guerreira Asteria.


Neste momento, Hipólita explica que a Guerreira não se tornou uma lenda as pressas. Ela treinou duro, mas se tornou uma lenda através de verdadeiros atos de bravura.



1984

Essa nova etapa do filme inicia fazendo todo o tipo de homenagens possíveis!

De preferencia ao inicio do filme Superman 3 onde o elemento chave é a comédia! Estamos em Washington, DC, e podemos ver a Mulher Maravilha salvando uma mulher de ser atropelada pelo carro do Cobra Kai, resgatando uma noiva jogada da ponte e outros easter-eggs que fazem o filme ser revisto. Temos referencias a Midnight Cowboy, aos vídeos de ginastica de Jane Fonda e aos antigos fliperamas.


Culminando no roubo a joalheria por quatro bandidos atrapalhados. O roubo estava até dando certo até que na fuga, um dos bandidos deixou cair a arma. E o que chama a atenção é justamente que o bandido que deixou cair a arma é o que mais se desesperou. Ele tomou uma medida desesperada por não querer voltar para a prisão e pega uma menina como refém colocando ela na beirada do 3º andar! Aqui, chamo a atenção para um fator que humanizou ainda mais os bandidos, pois todos eles tentaram impedir o colega de fazer o pior!


Salvar crianças é uma atitude contra o feminismo!

E é nessa hora em que aparece a Mulher Maravilha para salvar a criança! Mais uma vez interpretada pela talentosa Gal Gadot! E sim, o ato da Mulher Maravilha salvar crianças é uma atitude completamente contra o feminismo! O feminismo é uma ideologia política de Esquerda socialista que prega o ideal progressista de Margaret Sanger de aborto, de se livrar dos indesejados! Margaret Sanger fez questão de abrir clinicas de aborto, assassinato de crianças, em bairros negros justamente para isso! Fato mais do que óbvio pelas manifestações feministas de danças obscenas para celebrar o assassinato de crianças durante o Natal de 2020 na Argentina.


E nesta cena, além de salvar uma criança, se trata de uma linda e fofa menininha negra! Margaret Sanger vai se revirar no colo do capeta por isso!


Também completando a atitude contra o feminismo, os homens não são demonizados!

Os bandidos nem mesmo tentam atirar na Mulher Maravilha! Um deles simplesmente prefere fugir do que atirar nela. Enquanto que os outros dois bandidos que chegam a apontar as suas armas para ela, se recusam a atirar quando percebem que tem uma criança que pode ser atingida! Uma menininha fofa e fã da Mulher Maravilha aparece. Enquanto a Mulher Maravilha tira a menininha do meio da ação, os bandidos, mesmo assustados, não disparam! Tiveram enormes dez segundos para disparar contra a Mulher Maravilha, mas não o fizeram porque ela estava salvando outra criança!


A cena faz questão de mostrar o quão atlética a Mulher Maravilha é!

O crime foi interrompido, os bandidos foram presos, um repórter misteriosamente parecido com Joe Pesci questiona quem interrompeu o crime.


E mesmo assim, depois desse inicio cheio de ação e aventura, a Princesa Diana ainda é mostrada como uma personagem extremamente solitária lembrando das pessoas que conheceu durante os últimos 70 anos. Em especial, ela olha para um avião no céu e se lembra de seu primeiro amor Steve Trevor. Homem que ela presenciou se sacrificar pelo bem de pessoas que nunca ouviram o seu nome.


Solidão em dose dupla

Barbara Minerva, vivida pela atriz e comediante Kristen Wiig, é uma cientista especializada em Zoologia, Geologia, Gemonologia, Litologia e criptozoologia. E é uma personagem extremamente solitária desconhecida no próprio serviço. Mas reconhecida pela própria pessoa que a contratou ou outros colegas.


Talvez por se identificar, Diana e Barbara começam a conversar no serviço e depois saem para beber Keep Cooler.

Ao voltar para casa, Barbara faz questão de entregar um pouco de comida quente a um mendigo que dorme pelo parque. O que mostra o quanto que Barbara pode ser solitária, mas como ela ainda é uma boa pessoa.


Pouco depois, Barbara é importunada por um homem bêbado no caminho de casa. Esse homem realmente tenta agarrar a pobre Barbara. Mas é contido por Diana. Que exerce outro valor conservador contrário a tudo o que as feministas pregam: A Legitima Defesa!


Em um pequeno monologo, Barbara revela de todo o coração que gostaria de ser como Diana. Forte, sexy e ainda por cima legal. O problema é que ela fala sobre isso segurando uma pedra mística de falsificações. O detalhe do filme que ninguém parece perceber.


O que garante que no outro dia ela pareça mais forte, sexy e legal para todos os colegas de trabalho.


Maxwell Lord!

Maxwell Lord, interpretado por Pedro Pascal, é um vilão criado em 1987. Já apareceu no Desenho da Liga da Justiça Sem Limites e no seriado da Supergirl. Nas revistas, foi o metacapitalista responsável por sustentar a Liga da Justiça por anos antes de ser descoberto como vilão.

Max Lord faz questão de ir no serviço de Barbara conversar com ela em busca do artefato que ele sabe realizar desejos. O Filme mais tarde mostra que Maxwell Lord está completamente quebrado! Sua empresa está vazia, seu filho está vendo o seu desespero e ele é cobrado por Simon Stagg, outro vilão da DC comics.


O sucesso de Maxwell Lord é uma mentira! E para se recuperar, ele precisa da mesma pedra mística que realiza desejos.


Maxwell e Barbara

A noite é selvagem, a musica é anos 80 e Barbara está usando o seu melhor vestido. Beneficiando toda a instituição do Smithsonian, o famoso museu de arte e história em Washington. Maxwell Lord aparece para se encontrar com Barbara e a leva para o escritório dela.

Aqui, chamo a atenção. Maxwell e Barbara realmente se gostaram e foram até o escritório dela para se pegar gostoso. E embora um esteja mentindo para o outro sobre quem são na verdade, a oportunidade de ficarem juntos para ter um relacionamento ainda seria a coisa mais verdadeira. Mas Maxwell Lord fez questão de ir lá mais para pegar a Pedra Mistica das Falsificações!


Reencontrar um antigo amor

Na mesma noite, um desconhecido se aproxima de Diana, ele fala com ela do mesmo jeito de Steve Trevor, o homem que amou durante a primeira guerra mundial e que se sacrificou para salvar milhões de pessoas que não conhecia. E através de pequenos gestos e falas, mostra que ele era Steve Trevor. Mas desta vez no corpo de outro homem em 1984.


Diana vive com Steve aquilo que nunca teve como viver antes.

E isso inclui todas as piadas sobre diferenças no tempo!


Mas acima de tudo, este reencontro de amor também será usado no decorrer do filme enquanto Diana e Steve investigam como ele foi parar em 1984. O que provavelmente tem algo a ver com Maxwell Lord em posse da Pedra Mistica das Falsificações e se tornando portador de seus poderes.


As sequencias que mostram Steve e Diana pelas ruas de Washington são maravilhosas! No primeiro filme, Diana era a personagem que estava conhecendo o mundo pela primeira vez com suas maravilhas e horrores. E Aqui temos Steve Trevor vivendo as maravilhas do ano futurista de 1984! Descobrindo que aviões fazem voos corriqueiros, as loucuras da tecnologia, descobrir que o homem foi para a Lua!


Realizando desejos

O ponto de virada na história ocorre exatamente porque Maxwell Lord começou a realizar os desejos das pessoas. E as suas realizações são muito fortes. Só o poder de encher poços vazios com nada menos que petróleo já levou seus poderes a loucura!


Maxwell não sabe, mas Diana encontrou o que restou da pedra que lhe deu poderes. Descobrindo a linguagem dos deuses, mas com a pergunta sobre qual deus escreveu na pedra.

O Jato Invisível

O filme fez questão de mostrar muito bem o personagem Steve Trevor e retratar a sua paixão genuína por pilotar! Seja olhando admirado vendo um avião cortando o céu da noite ou seja descobrindo que aviões são usados para viajar até o espaço!


Por causa disso, Diana leva Steve para o hangar de aviões antigos e deixa que ele pilote um potente jato! E só o fato de Steve alisar um enorme avião em consideração já mostra o respeito que ele tem pelas aeronaves.

Ao final, para fugir com o jato, Diana torna o avião em invisível com a mesma magia mística usada na Ilha de Themyscira.


Barbara passa dos limites

Barbara sai do serviço tarde da noite pronta a correr. Uma das coisas que chama a atenção é o fato de que todos os homens estão assediando ela. Todos. De uma forma artificial, falsa. Até mesmo o mesmo bêbado que tentou atacar Barbara estava na saída de seu serviço para mexer com ela.


Barbara faz questão de parar e responder a ele.

De novo, bêbado, ele tenta agarrar Bárbara. Que desta vez está consideravelmente mais forte! Mencionei antes que Barbara ficou mais forte a ponte de arrancar a porta da própria geladeira mais cedo? Pois isso importa agora! Falei que antes Barbara foi até uma academia levantar 200 Kilos como se não fosse nada? Pois isso importa agora!


Quando o bêbado tentar agarrar ela, ela fala NÃO! E então o joga contra um furgão. Ela o chuta no chão com uma super força capaz de fazer ele voar. Parece algo libertador, mas então ela o chuta de novo, de novo e de novo! Barbara está passando dos limites e está matando o homem!

Este seria o ponto onde uma boa pessoa como Barbara se perde! Mas então o mendigo Leon, que Barbara sempre ajudava entregando um pouco de comida aparece e pergunta:

- Barbara? O que está fazendo?


Barbara dá as costas sem reconhecer na hora. Leon a salvou de cometer o maior erro de sua vida!

O Desejo de um Rei

Maxwell Lord vai então para o Egito falar com um Rei. E em troca de seu petróleo, lhe oferece a oportunidade de realizar um desejo. E esse desejo, de imenso poder e fúria, é o de recuperar todas as terras de seus antepassados assim como se vingar daqueles que tomaram o que julga ser dele! Um pedido de imenso poder que faz com que enormes muros de terra se ergam em volta das terras de seus antepassados assim como governos reconhecerem o Rei como dono legitimo.

Em troca, Maxwell Lord ficará com o petróleo!


Mas o Rei ri de Maxwell Lord. Já vendeu todo o seu petróleo aos Sauditas! E por essa chacota, Maxwell toma toda a sua guarda para si e deixa o Rei desprotegido para as consequências de seus atos!


Possuindo agora um exercito, Maxwell é interceptado por Diana e Steve Trevor.

É importante lembrar, Mulher Maravilha tem habilidades de super força e super velocidade que já a colocaram de frente com o próprio Superman! Ela pode sim enfrentar um exercito de frente! Embora seja forçada a cena onde ela usa seu laço para pegar uma bala no ar, vale lembrar que o próprio Laço da Verdade tem propriedades sobrenaturais. E isso em nada tira o mérito da sequencia de ação ser belíssima e bem realizada!

Lembrando que balas podem sim matar a Mulher Maravilha, o que faz com que Steve Trevor tenha que enfrentar um tanque!

Ao fim da cena, Diana percebe que a perseguição de veículos blindados vai atropelar duas crianças! E assim, Diana decide fazer o certo ao invés de continuar a perseguição!


Mais uma vez a Mulher Maravilha salva crianças! Um valor contrário ao pensamento progressista e feminista que tanto usaram para tentar representar as mulheres!


Cuidado com o que pede

Diana, Steve e Barbara acabam descobrindo que tudo o que tem acontecido no filme é verdadeiramente culpa de um deus muito antigo com diversos nomes como Dechalafrea Erro, Dolos, Mendacius ou simplesmente O Deus da Mentira!

Todos os desejos sempre tem algo em troca!


É nessa hora que Barbara percebe que sua força e charme vieram de seu desejo. E decide não participar. Principalmente sabendo que o homem que gosta tem parte nisso.

Por outro lado, Maxwell Lord se torna o Mestre dos Desejos reunindo pessoas para realizar seus desejos em troca do poder e do sucesso delas. O que Maxwell não percebe é o quanto que isso toma dele o seu bem mais precioso: Maxwell aos poucos perde seu laço de ternura com seu filho além de sua própria saúde!


Tudo o que seu filho queria era mais tempo com o pai. Mas quando o toca, deseja ter sua grandeza. Maxwell o abraça e diz o quanto o ama. Em seguida sai da sala com o ouvido sangrando.


O Desejo do Presidente dos Estados Unidos

Um dos pontos máximos de Maxwell Lord é justamente se reunir com o Presidente dos Estados Unidos e realizar o seu desejo. E o desejo do Presidente em tempos onde a Rússia pretende iniciar a Terceira Guerra Mundial é de ter mais armas nucleares!


Um grande desejo que Maxwell realiza sem perceber que sua saúde se debilitou completamente! E tudo em troca de ter mais poderes que o próprio Presidente!


Antes de sair, Maxwell percebe que existe o plano secreto Guerra nas Estrelas que existe mesmo e que teve seu nome em homenagem a obra de George Lucas! O Plano Guerra nas Estrelas entra em contato com tudo, tocando, e pode ser usado desde entrar em contato com qualquer pessoa até o seu objetivo final de jogar bombas onde bem quiser! Maxwell tem interesse em usar essa tecnologia mesmo sem saber as suas consequências!


Diana e Steve entram na casa branca e tem o inicio de mais um embate para capturar Maxwell! A sequencia de luta é ótima! Mas as coisas esquentam quando Barbara entra em cena para impedir que Maxwell seja preso!


Barbara contra Diana

A sequencia de luta entre Barbara e Diana diz muito sobre as personagens. Barbara é forte, ágil e rápida. Mas se perde na luta e ataca tanto homens inocentes quanto a única pessoa que tentou ser uma amiga genuína dela! Barbara teve poder de forma fácil sem aprender a ser responsável por seus atos.


Diana, por outro lado, se preocupa em não machucar a amiga assim como em não deixar inocentes saírem feridos.


Eu sempre te amarei Diana, não importa onde eu esteja!

Uma das verdades tristes que Diana não queria assumir é que o retorno de seu amado Steve Trevor só ocorreu por causa do desejo dela no inicio do filme. E que por causa disso, estaria enfraquecendo até quase não sair viva da Casa Branca!

Steve entendeu isso como ninguém.

Ele teve uma vida boa! E voltar a vida para encontrar Diana foi a melhor aventura de todas! Mas ele entendia que a situação estava um caos e que Diana precisava de toda força. Fazendo assim o seu sacrifício final, de novo! O que não foi fácil. Aos prantos, Diana renuncia ao seu desejo.

Aos poucos, sua força vai voltando enquanto ela alcança os céus. E nos céus, o que mais a fortalece é justamente pensar nele. A sequencia melancólica de Diana nos céus depois da despedida com a trilha sonora de Hans Zimmer é de uma beleza ímpar.


A Predadora

Barbara concorda em fazer um desejo como nenhum outro. Quer ser a predadora numero um! E em troca, ajudaria Maxwell Lord a concluir seu plano. Utilizar o Programa Guerra nas Estrelas para entrar em todas as TVs do planeta e realizar o desejo de todas as pessoas que estivessem olhando.


O resultado foram desejos simples como pessoas serem famosas, dinheiro e outras bobagens. Outros pedem por armas nucleares, poder e um homem em uma discussão de bar pede que uma mulher caia morta mostrando as consequências mortais de desejos sem pretensão.

Para enfrenta-lo, a Mulher Maravilha precisa da Armadura da Águia Dourada! A armadura de uma antiga Guerreira Amazona, forjada das armaduras de todas as amazonas para que só uma guerreira a usasse para ficar para trás se sacrificando para salvar as outras guerreiras. A Armadura de Asteria!


E assim, deve enfrentar Barbara, agora transformada na Mulher Leopardo!

O embate entre as duas é um ponto alto do filme. A Mulher Leopardo é tão forte e ágil que consegue sim quebrar as asas da armadura da Mulher Maravilha. Existe um pé de Igualdade exatamente porque a Mulher Maravilha não quer machucar a sua amiga!

E este é ponto onde eu realmente gostei do filme!

O filme não se trata da Mulher Maravilha enfrentando vilões malvados para matar eles no final. A Mulher Maravilha enfrenta pessoas que recorreram a medidas desesperadas sem ver as consequências! A Mulher Leopardo ainda é a sua amiga Barbara que sofria com solidão! Sua derrota física apenas abre caminho para que seja perdoada e volte a ser uma boa pessoa!


Valores familiares Maxwell Lord não é o típico vilão de histórias em quadrinhos que quer conquistar ou destruir o mundo. É um idiota que não entende as consequências de seus atos! Um homem desesperado por sucesso!


E o Laço da Verdade o faz sentir a verdade desde seus traumas mais profundos até entender finalmente o que está acontecendo no mundo! Com bombas atômicas sendo lançadas e seu filho Alistair correndo perigo! Maxwell Lord não precisa ser nem derrotado e nem mesmo morto para o mundo se tornar um lugar melhor. Assim como pessoas não precisam morrer para tornar o mundo um lugar melhor. A Mulher Maravilha usou seu Laço para lhe mostrar a Verdade! E a Verdade é que o verdadeiro amor de um pai pode consertar um homem!


Maxwell Lord renuncia ao seu desejo! E isso faz com que outras pessoas também o façam!

Ogivas nucleares prontas a explodir simplesmente somem no ar! As pessoas voltam a ter consciência de suas ações! Os desejos inconsequentes são desfeitos!


Maxwell se reencontra com seu filho e lhe confessa seus erros. Ele não é uma boa pessoa, mas um fracassado que cometeu erros terríveis para ter sucesso!

E está é outra lição de moral do filme.


Muitas pessoas erram, mas estão dispostas a consertar as coisas se lembrarem daquilo que as faz serem boas pessoas. Como verdadeiros valores familiares.


Asteria

Na cena que ocorre durante os créditos, temos a visão da lendária guerreira Asteria, interpretada por ninguém menos que a lendária atriz Linda Carter! Que interpretou a Mulher Maravilha no seriado original!






13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page