top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

Gladiador

Gladiador é um filme machista reconhecido com 5 Oscars. Sobre um general traído e escravizado para fazer parte de um jogo mortal. Onde escravos tinham que lutar até a morte no Coliseu de Roma!

E embora o filme mostre um mundo bárbaro e violento; Muito do seu foco são justamente lições simples sobre o valor da amizade e da família. E merece um review machista!


Gladiador (Gladiator 2000) Dirigido por Ridley Scott Escrito por David Franzoni, John Logan e William Nicholson O filme começa no ano de 180 D.C. O General Máximus Décimus Meridius (Russel Crowe) é acompanhado momentos antes de uma batalha contra os Germânicos. Uma das últimas batalhas pela conquista das terras nórdicas que depois seriam conhecidas como a Alemanha. Para quem não sabe; Germânico é uma palavra para "Homens com Lanças" devido ao uso muito comum e com muita destreza desta arma. A lança Ger era muito temida e eficiente. O filme faz questão de mostrar o General Máximus apresentando o máximo de seus valores e virtudes. Máximus é um líder presente que faz questão de unir os seus homens antes da batalha e fazer um dos discursos mais lembrados: "Daqui a três semanas eu estarei fazendo a minha colheita. Imaginem onde é que vocês estarão, e é assim que vão estar. A partir de agora, fiquem comigo. Se se encontrarem sozinhos, percorrendo os campo verdes com o sol a bater-vos na cara, não tenham problemas pois vocês estarão nos campos elísios e já estarão mortos. O que fazemos nesta vida ecoá na eternidade."


É assim que meu fusca anda! Os gritos de batalha germânicos ecoam pelo vale, as cabeças daqueles que negociavam a paz rolam pelo campo lamacento legiões se preparam para uma sangrenta batalha! E em meio ao caos, Máximus faz questão de se ajoelhar, pegar um pouco de terra nas mãos e e vislumbrar o fato de que poderia vir a morrer naquele lugar. E uma gigantesca cena de batalha sangrenta então abre com chave de ouro este filme! O que chama a atenção é o uso em cena de replicas de catapultas, balestras e trabucos com suas munições em chamas provocando uma chuva de fogo pelo céu. A batalha mostra Máximus como um guerreiro habilidoso e líder devotado. E ao seu final, nada menos do que o próprio Imperador Marco Aurélio (Richard Harris) vem ao campo de batalha visitar Máximus em sua vitória.

O Papel da Família

Todos os meus 5 leitores já sabem o quanto que adoro apontar o fato de que filmes machistas tem lugar para as mulheres com muito respeito e maturidade. Assim como filmes machistas como este mostram a família como a representação máxima e literal do paraíso. Tanto na terra quanto após a vida.

Embora nem a mulher de Máximus e o seu filho (interpretados pela bela atriz Giaginna Facio e pelo garoto Giorgio Cantarini) não tenham falas durante o filme, eles representam o paraíso dos campos Elísios, para onde os justas vão descansar após a morte...


Mas outra face de família está justamente na figura do velho amigo e Imperador Marco Aurélio, sua filha Lucilla (Connie Nielsen) e seu filho Lucius (Spencer Treat Clark). E pelas intensas vitórias em inumeras batalhas, o Imperador e amigo resolve pedir a Máximus que tome o seu lugar como Imperador no lugar de seu próprio filho primogênito Comodus (Joaquin Phoenix).

Mas Máximus declina do pedido do Imperador para assim reencontrar a sua verdadeira família.


A Traição

O interessante sobre Comodus é que ele foi construido durante anos tanto por medo e insegurança quanto por mimos e bajulação. E o Imperador, reconhecendo que a falha de um pai é não conseguir passar os seus valores para seus filhos, resolve que Comodus não deve acender ao poder!

Marco Aurélio e Comodus chegam a ter uma conversa bem séria onde reconhecem seus erros um para o outro. E então, durante o abraço entre pai e filho, vem a traição.

Comodus comete o Patricídio sufocando o próprio pai em seu peito.


Sua traição volta o seu ódio contra o General Máximus e sua família. Fazendo com que ele seja capturado e levado ao longe para ser assassinado em paz. No entanto, ao saber que sua família seria também morta, Máximus se revolta, mata boa parte de seus algozes e parte para salvar sua família.

Mas a traição de Comodus é completa: A família de Máximus é massacrada enquanto ele toma posse como Imperador de Roma! Exausto, Máximus contempla a própria família crucificada. E ferido, desmaia esperando a própria morte.


A escravidão

Máximus acorda em uma caravana de escravos. Percebendo que perdeu tudo o que mais prezava, Máximus não via motivos para cooperar. Mesmo sendo vendido para um mestre que iria utiliza-lo como Gladiador. O ex-gladiador Próximo (Oliver Reed). O que não faz diferença para Próximo e ele joga Máximus na arena mesmo assim. Tendo que lutar pela própria vida junto aos novos amigos Juba (Djimon Housou)e Hagen (Ralf Moeller).

Sobrevivendo a inúmeras lutas, Máximus ouve de Proximo a promessa de que um dia poderia ser levado para o Coliseu de Roma. O que acende em Máximus o desejo de vingar a sua família.


A ascensão do Tirano

Comodus é claramente um personagem que é o avesso dos valores e virtudes. Mimado, Bajulado, dominado pelos próprios medos e inseguranças: Comodus logo acaba abraçando o poder com tirania. Incapaz de administrar, Comodus decide que trará os velhos gladiadores de volta ao Coliseu para entreter as massas com pão e circo.

O que vale chamar a atenção no filme é que Comodus aos poucos será dominado por paranoia e desejos incestuosos sobre a própria irma Lucilla e o sobrinho Lucius.

Comodus é um vilão tão bem construido pelo fato de realmente querer ser bom, mas estar cheio de defeitos e problemas muito humanos. E dominado pelas próprias fraquezas, Comodus aos poucos vai se tornando um perigo para a própria família.


O Gladiador que desafiou o Imperador

Máximus e outros gladiadores pertencentes a Proximo chegam ao Coliseu sob uma sentença de morte. Seriam usados na encenação de uma batalha real onde deveriam ser massacrados em frente aos olhos de todos. Especialmente na presença da família Imperial.


Maximus então, decide usar de estratégia militar para salvar os seus amigos.

A primeira estratégia é a de unir todos os seus gladiadores, depois usar táticas como fazer uma parede de escudos para desestabilizar e até derrubar as bigas que foram usadas contra eles. Usando claras táticas militares e lutando com muita bravura, Máximus não demora a ser notado em uma das cenas mais fodas do cinema. Levando os seus colegas para a vitória. Tanto que o Imperador em pessoa decidiu conhece-lo.


E para o horror do Imperador, Máximo acaba se apresentando, expondo a traição de Comodus assim como o seu próprio desejo de vingar a sua família. Desafiado, Comodus pretende executa-lo na hora, mas o clamor do povo de Roma o impediu. O Imperador foi desmoralizado.


O Retorno da Família

Aos poucos Máximus começa a entender que a família de seu velho amigo Marco Aurélio, que ele não quis fazer parte, agora é a única família que ele deve proteger! Que Lucilla agora vive sob o terror de seu próprio irmão que nutre por ela um desejo doentio e incestuoso. Lucilla é uma voz da razão calada e amedrontada. Que sacrificaria qualquer coisa pelo próprio filho.

E por esta família que Máximus decide adiar a sua vingança.


E em um momento de coragem, Lucilla decide falar com Máximus. Seu momento de coragem é uma conspiração com o Senador Graccus (Derek Jacobi) para que Máximo encontre as suas tropas e participe de um golpe de estado contra o Imperador. E assim transformar Roma em uma Republica.

O momento de coragem de Lucilla é um verdadeiro sopro de esperança para todos.


A morte de toda Esperança Mas durante uma brincadeira de criança, o jovem Lucius brinca sobre o novo herói romano Máximus. O que leva o inseguro Imperador a imediatamente ameaçar Lucilla com a morte do próprio sobrinho caso ela não conte tudo. Lucilla seria assim obrigada a contar tudo mesmo que não houvesse conspiração nenhuma. Entregando assim Máximus. E assim, Proximo e todos os gladiadores amigos de Máximus são mortos enquanto Máximus é capturado vivo. O imperador assim determina um combate no Coliseu entre ele e Máximus para poder mata-lo em frente ao povo de Roma. Com direito a trapacear e perfurar seu coração antes da luta. Máximus tem agora a chance de vingar a sua família. E embora eu seja malvado e goste de não contar o final dos filmes, vou contar satisfeito que no final Máximo abraça completamente tanto a vingança quanto a própria morte como propósito de se encontrar com a sua família. Gladiador é um filmaço que não envelheceu em nada! Suas longas e bem montadas sequencias de ação fizeram história e o filme foi o ponto de partida para muitos outros filmes. Valendo ressaltar produções de primeira como a Série Roma, Spartacus e outros filmes como Troia. Vale a pena ver e rever sempre que possível.


Por Marcio Strzalkowski

Força e Honra!


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page