top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

Godzilla Minus One



Godzilla, monstro criado em 1954 no Japão. O Filme original é um filmaço de terror e drama! O monstro é uma metafora de guerra e seu sopro atomico é uma metafora para a bomba atômica! Simples e assustador!

 

E o excelente filme de GUERRA, Godzilla Minus One que estreou nos cinemas em 2023 mostra com seu discurso que poucas vezes o governo realmente conseguiu lidar com o problema! Denunciando os horrores provocados pela guerra e recorrendo aos cidadãos livres para derrotar o Rei dos Monstros.

 

Para contexto histórico

O Imperador Hiroito foi a figura divina maxima no Japão do século XX. Onde não existia uma situação de Direita contra Esquerda e questionar o Imperador era um pecado. Assim o Imperador Hiroito se uniu com ninguém menos que os nacional socialistas dos trabalhadores, os petistas originais, da Alemanhã e invadiram diversos paises na Segunda Guerra Mundial. Iniciando a agressão contra os Estados Unidos no ataque covarde contra Pearl Harbor. E mesmo o pais assistindo todos os seus aliados sendo derrotados na Segunda Guerra Mundial, ainda foi o último a se render. Com isso, os Estados Unidos também cometeram a covardia de jogar duas bombas atomicas no Japão.

 

9 anos depois, o filme Godzilla foi para os cinemas do Japão questionando absolutamente tudo o que o pais viveu até então. O monstro que descansava foi acordado pela bomba atômica e saiu do mar para destruir tudo a sua frente. Exatamente como o exercito do Japão fez com a Indochina e com a China. Mas no filme, o exercito simplesmente não conseguia destruir Godzilla!

 

Um filme japonês foi aos cinemas 9 anos a derrota do pais para mostrar uma ameaça que o exercito não poderia derrotar! O Monstro Godzilla tinha 50 metros de altura, era lento e desajeitado. Mas possuia a habilidade de produzir energia nuclear dentro de si e de atirar com seu hálito de fogo.

 



Godzilla Minus One

Filme de 2023 dirigido por Takashi Yamazaki.

No filme, em 1945, o jovem piloto Shikishima tem a missão de se tonar um kamikaze, se sacrificando pelo seu pais. Mesmo que seu pais seja um um governo aliado dos nacional socialistas dos trabalhadores e que tenha cometido um genocidio de 20 Milhões na China!

Mas antes de entrar em ação, sua base é atacada por Godzilla. Onde ele é um dos poucos sobreviventes e ainda é cobrado por não ter se matado em missão.

Isso é algo interessante, Godzilla é um ser que sempre existiu. A primeira cena de ataque é assustadora. Godzilla tem incríveis 15 metros de altura, é extremamente ágil para seu tamanho e ataca humanos sem nem piscar!

 

De volta a Tókio, o jovem Shikishima descobre que seus pais e sobrinhos foram todos mortos nos bombardeios contra a cidade. Desta vez também cobrado por não ter se matado como kamikaze. Kamikaze é o nome do vento divino que salvou o Japão de uma invasão maciça dos mongóis. No final da Segunda Guerra Mundial, foram utilizados pilotos com aviões carregados de explosivos para atingir em cheio os navios americanos. Os pilotos se jogavam para a morte em nome do governo japonês genocida e aliado dos nacional socialistas dos trabalhadores.

 



O processo de cura

Shikishima então começa a morar junto com uma jovem chamada Noriko. Existe um padrão hoje em dia sobre mostrar romances usando cenas quase pornográficas. Mas neste filme, a falta desta cena deixa as coisas muito confusas. Vou explicar.

Noriko tinha que roubar para sobreviver. E sendo péssima ladra, foi descoberta. Sem escolha, ela entrega um bebê para Shikishima cuidar, ao qual horas depois ele até mesmo pensa em abandonar, mas não a abandona!Noriko cometeu um dos maiores atos de amor ao próximo, adotou uma menina cujos pais morreram na guerra! A pequena Akiko!

Existindo então uma relação de companheirismo de Shikishima e Noriko para cuidar da pequena Akiko.

 



O trabalho

Para cuidar de Noriko e de Akiko, o jovem Shikishima aceita o perigoso serviço de eliminar minas aquáticas! Existe certa ironia. Shikishima teve o dever de se sacrificar pelo seu pais genocida, se tornando uma paria por não morrer, e agora, aceita o trabalho de destruir minas em nome da paz. Algo que ninguém consegue enxergar como honroso.

 

O problema é que durante este trabalho é descoberto que Godzilla estaria voltando a costa do Japão. Exigindo agora que Shikishima enfrente Godzilla de novo em uma missão suicida para impedir o ataque do monstro. Sim, Godzilla ficou cheio de poder nuclear depois dos testes nucleares no atol de Bikini!

A cena de batalha entre o barco de Shikishima, uma banheira de madeira, contra nada menos que o Godzilla. Que agora possui 50 metros de altura!

A cena de perseguição e batalha também demonstra algo assustador em Godzilla. O fato de que consegue se regenerar de grandes ataques e a sua agressividade onde é capaz de destruir navios imperiais japoneses!

 



Todos estão em perigo!

Godzilla ataca a cidade de Ginza, definitivamente o ponto alto do filme.

Diversas cenas de destruição evitadas em outros filmes são mostradas aqui. Um exemplo é o fato de Godzilla pisar nas pessoas, ativamente atacar prédios e morder trens. Não se trata apenas de uma força da natureza passando pelo meio da cidade e destruindo as coisas sem querer, mas da fúria de um deus dos mares.

O ataque de Godzilla é comparável aos ataques que o próprio Japão fez contra a China. É um filme de horror, é um filme de guerra!

O ponto alto é o fato de que Godzilla é atacado pelos tanques do exercito e decide revidar com seu sopro de calor. Podemos ver diversas placas ósseas desde a cauda até o topo das costas de Godzilla se aquecerem e pularem para fora do corpo. E seu sopro atômico de calor realmente possui os efeitos de uma bomba atomica!

Imediatamente a onda de destroços atingem as pessoas inocentes enquanto conseguimos ver Godzilla em frente a enorme explosão no formato de um cogumelo.

 

Shikishima realmente entende que pode perder tudo de novo se perder sua companheira Noriko e a criança Akiko que só o quer chamar de pai.

 



O discurso libertário

Mais uma vez podemos ver a ineficiência do Estado em lidar com Godzilla.

E então temos exatamente o discurso libertário sobre como o governo não vai ajudar. Um discurso denunciando que boa parte das mortes dos japoneses veio da ineficiência do governo em prover comida, cuidados e até acentos ejetores para aviões! Chegando ao ponto onde o governo exigiu de seus soldados se sacrifiquem como kamikazes e ataques suicidas.

 

A solução em Godzilla Minus One está nos cidadãos livres!

Finalmente, Shikishima tem uma missão com a qual concorda. Ele deve pilotar um avião Kyushu J7W Shinden para atrair Godzilla para o mar aberto. O plano para destruir Godzilla é afundar o animal o mais rápido possível no mar para que sofra com a pressão extrema sem poder se adaptar. Fato que ocorre com baleias e submarinos que afundam muito depressa. E se o plano falhar, usar boias e cabos para puxar Godzilla para a superfície para que a descompressão termine o serviço.

 

Se tudo o mais falhar, Shikishima concorda com o verdadeiro sacrifício de atingir Godzilla com seu próprio avião.

 

Uma frase simples é dita no filme:

As vezes, não ir lutar na guerra é a coisa mais honrada a se fazer.

 

Shin Godzilla e Godzilla Minus One são ótimos filmes independentes entre si e recomendados para curtir uma boa noite de descanso.

 




Como governos socialistas lidariam com Godzilla?

Não existe a minima duvida. Em um pais socialista como a URSS ou a China, um evento como o de Godzilla iria desencadeiar uma resposta massiva do exercito destruindo completamente tudo ao redor do monstro. Claro, botando a culpa no Godzilla pela destruição causada pelo exercito. E toda a destruição ocorrida antes de Godzilla sequer aparecer também seria culpa dele! Inclusive o Godzilla seria culpado pela devastação da natureza, o lixo, a fome e a corrupção capitalista burguesa!

 

Um evento como o de Godzilla em um pais socialista teria os seus jornais sobre o caso censurados em caso de derrota do exercito! Mas em caso de vitória, Godzilla tinha 2 kilometros de altura e foi derrotado pelo líder supremo socialista!

 

Um monstro gigante em um pais socialista seria sim caso de jogar uma bomba atomica!

 

Se Godzilla invadir o mar de Cuba, vão afirmar que é culpa dos Embargos americanos e colocar toda a culpa em Godzilla pela destruição das cidades antes mesmo dele chegar perto delas!

 

Se Godzilla invadir o Brasil de Lula, com certeza vai ser culpa de Bolsonaro! Que vai preso por criar o bicho com leite condensado! A Goeebels vai mudar de opinião a toda hora sobre Godzilla dependendo de quem ele pisar. O Padre Lançaleite vai apoiar Godzilla contra Israel! Xandão vai dar 24 horas pro Bolsonaro explicar a carteira de vacinação do bicho. Lula vai dizer "ainda bem que a natureza criou o Godzilla" e vai convidar o monstro para um evento onde não vai ninguém, nem o monstro. Socialistas ainda vão afirmar que não enxergam ditadura no Brasil. Vão proibir qualquer tentativa de legitima defesa do cidadão de bem atirar contra Godzilla. Alguém do STF vai assinar ordem para Godzilla não poder subir morro. O exercito vai ser chamado pra pintar as ruas destruidas.

Se o Godzilla invadir o Brasil de Lula, mesmo que o Bolsonaro mate o bicho com uma voadora no pescoço, ele ainda vai preso acusado de importunar o bicho! Pois é assim que ditaduras funcionam.

 

Por Marcio Strzalkowski

Força e Honra!

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page