top of page
  • Foto do escritorMarcio strzalkowski

A Sétima Profecia - Heroinas sem feminismo

Filmaço recomendado pela amiga e vereadora Fernanda Barth sobre uma jovem gestante que

descobre a ameaça fisica, psicologica e sobrenatural pairando sobre ela e seu bebe!


A Sétima Profecia (The Seventh Sign 1988)

Dirigido por Carl Schultz

Escrito por Ellen Green e Clifford Green



Um passado de erros

Para entender a personagem de Demi Moore, Abby Quinn teve um problema grave no

passado com depressão forte e tentativa de suicidio durante a gravidez que a levaram a perder

seu bebe. Ela luta contra a depressão e seu passado. E de certa forma, encara a nova gestação

como uma nova chance na vida. Ela tem se cuidado, se alimentado melhor, estado em repouso

e a sua única preocupação é o liquido amiótico.

Desta vez ela quer fazer dar tudo certo. Sabendo até do dia do nascimento do filho para 29 de

Fevereiro.


Seu Marido Russell

Vivido pelo ator Michael Biehn, Russell é um marido amoroso que cuida muito de Abby. Ele

também é um advogado que está em um caso complicado defendendo um homem com

problemas mentais que acreditava estar fazendo o trabalho de deus assassinando os pais. E

esse contexto de religiosidade acaba dando espaço a um estranho que se aproxima do casal

alugando um quarto em sua casa.

Acho interessante mencionar que o Ator Michael Biehn tem toda uma história nos excelentes

filmes de O Exterminador do Futuro e Aliens - O Resgate onde ajudou a transformar as jovens

Sarah Connor e Ellen Ripley nas maiores heroínas do cinema.


David Bannen

O estranho que bate a porta de Abby é de um perigo tão grande que boa parte do suspense

ocorre exatamente por Abby não saber nada. Mas desde o inicio do filme, o homem pode ser

visto na distante Jamaica. 25 de Dezembro, Natal. E então o misterioso homem se aproxima do

mar, dá uma última olhada em uma carta profana selada em suas mãos e quebra o selo

liberando uma maldição que causa morte e fome.

A maldição faz com que os peixes comecem a ferver por dentro. Seu nome é David Bannon,

vivido pelo ator Jürgen Prochnow.


Em outro momento, o estranho personagem aparece em um lugar marcado pela guerra e pelo

horror. Um rio cheio de cadáveres putrefatos causam choque. O homem misterioso caminha

por entre os mortos como se não fossem nada. E então quebra mais um selo libertando uma

nova maldição no mundo. Quando ele chega na casa de Abby, ela nem faz ideia do perigo que

corre. Abby interpreta com simpatia quando ele puxa assunto sobre seu bebe nascer no dia 29

de Fevereiro.


Escute seus instintos

A todo momento, a jovem Abby tenta ser amigavel e amavel com seu inquilino David Bannon.

Mas sempre sente um pouco de perigo na sua presença.

São pequenas falas onde Bannon explica que sabe demais sobre ela e seu marido. Sobre seu

bebe. As misteriosas cartas que tem em seu quarto com antigos selos.

Abby tenta ser gentil. Mas seus instintos dizem que existe algo de errado com o homem

misterioso que adentrou a sua casa. Mesmo quando o misterioso homem conta a lenda

hebraica do Guf, o Salão das

Almas de onde vem as almas dos bebes e que só os pardais podem ver. Abby continua com

uma impressão desconfiada do misterioro homem.


O bebe em perigo

Em um dia chuvoso, Abby vê seu inquilino misterioso na chuva. Tentando chamar por ele, ela o

segue até uma sinagoga onde está sendo rezada a Kadish, a prece pela alma dos mortos.

Oração de profundo respeito feita por amor e carinho pela família para aqueles que nos

deixaram.

Neste momento, conseguimos ver David quebrar um selo da profecia para colocar o bebe em

perigo!

A Jovem Abby, mesmo em solo sagrado e na presença da oração da Kadish, semelhante a

Missa de 7 dias, é atingida junto ao seu bebe pelo poder sobrenatural do mal. E é essa a

natureza do mal, Perverter as coisas.


Se a família é sagrada, o mal atinge a família, se a religião é sagrada, ele atinge a religião.

Para Abby, a vida de seu bebê é sagrada. Ela sente fortes dores e cai no chão precisando de

ajuda médica. O sobrenatural atinge com força e faz a saúde do bebe se ajustar a profecia

atingindo seu liquido amiotico e seus pequenos pulmões. Uma insuficiência placentária.

Seu inquilino misterioso vai ver a jovem Abby no hospital e tem uma conversa estranha sobre

um futuro de morte. É nessa hora que Abby sabe que existe algo errado com aquele homem.

Especialmente quando ele diz "sinto muito pelo bebê".

Abby não sabe explicar pois, se trata do sobrenatural.



Confiando em seus instintos

O filme fez um ótimo trabalho de mostrar o misterioso David Bannon como uma presença

ameaçadora ligada a quebrar os selos e libertar antigos espiritos do mal. E até metade do

filme, Abby nem sabia disso. Sendo apenas uma jovem inocente que nem desconfiava do

perigo para si mesma e para seu bebê.


Agora Abby precisa descobrir quem é David e o que ele pretente.


Ela vai em seu quarto, encontra uma carta escrita em Melachim e fechada com um selo muito

antigo. O mero ato de pensar em quebrar o selo é premonido pelo som estridente de um

corvo. Abby confia em seus instintos para não quebrar o selo. Mas investigar a escrivaninha do

misterioso homem.

Ela descobre diversos recortes de jornal e cartas ligadas a eventos de tragédias, fome, crianças

desmembradas e a data do nascimento de seu bebê. Ao sair, Abby sem querer pisa em um selo

libertando enorme mal sobre o mundo sem querer. A terra chega a tremer.


Mais tarde, Abby procura por ajuda na comunidade judaica para descobrir o que está escrito

na carta. Apenas para descobrir que a data de nascimento de seu bebê de 29 de Fevereiro

equivale ao Capitulo 2, versiculo 29 do Livro de Joel. Sobre quando Deus julgar o homem pelos

seus pecados.


"E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias. derramarei o meu espírito. E farei

aparecer prodígios no céu e na terra. Sangue e fogo e turbilhões de fumo. O sol transformarse-á em trevas, e a lua em sangue.antes da chegada do grande e terrível dia do Senhor. O

grande e terrível dia"


E assim, Abby investiga e descobre o significado do Guf. O salão das almas no paraiso tem um

número limitado de almas. E assim, o último bebe não terá uma alma, vindo natimorto ao

mundo e sendo o último ser humano antes do fim dos tempos. O Último sinal. Abby descobre

que seu estranho inquilino acredita que matar o seu bebê pode trazer o fim do mundo!


A Partir deste ponto, todo o texto se torna Spoiler...


A lua de sangue

É importante mencionar que mesmo sem evidências físicas, seu marido está disposto a ajudar

Abby no que ela pedir. Mas antes disso, Abby chega em casa e encontra diretamente com seu

inquilino misterioso.


Ela tenta se defender pegando até mesmo uma faca de cozinha. E agora David Bannon explica

que não pode morrer de novo enquanto se aproxima de Abby. Ele explica que já veio como

ovelha e que agora volta como leão, a Irá de Deus. Abby o esfaqueia no peito e de seu peito

apenas sai luz em sua forma pura.


Ela acorda no hospital tentando gritar o que aconteceu, mas por se tratar do sobrenatural,

ninguém a escuta. Seu bebê está em perigo. A explicação lógica é a história de depressão de

Abby que a levou a tentar se matar antes e que fica escondida entre as linhas dos dialogos.

Outra explicação é o bebê realmente não estar bem por complicações em seus pequenos

pulmões.


E a explicação sobrenatural é de que um misterioso homem que se afirma como a Irá de Deus

decretou que o bebê de Abby morrerá por não ter uma alma. É importante falar sobre como

Abby conseguiu explicar a situação para seu marido de forma racional. Afirmando que David é

um fanático religioso que pretende matar seu bebê.


Dialogo entre religiões

O filme apresenta um dialogo interessante entre um experiente padre e um jovem judeu sobre

como será o fim do mundo. E conversam sobre como diversas religiões tem uma visão

parecida sobre a vinda de um messias que iria causar a destruição do mundo.

Um dialogo sobre a destruição do mundo e a vida eterna para aqueles que foram salvos. O

jovem judeu até mesmo questiona sobre quem seria salvo. Muitos povos acreditam que outros

não seriam salvos. Judeus não acreditam que muçulmanos seriam salvos. Muçulmanos não

acreditam que cristãos seriam salvos. E a pergunta sobre estarmos todos errados.

Diferentes visões mostradas com respeito e amizade.


Desespero, suicídio e amor

O filme mostra Abby nua na banheira pensando em nada menos que suicídio. Em seu pulsos,

Abby já tem a cicatriz de uma tentativa de suicídio anterior. Sintoma da depressão. Abby então

desiste de tentar se matar e chora profundamente repetindo para si mesma que ama seu

bebê.


Em uma visão com David, ela implora por uma chance de ter seu bebê. E ele mostra a ela as

suas cicatrizes de tentativa de suicídio. Falando que se uma das profecias não se cumprir,

então não haverá o fim de tudo. Mas que falta a ela esperança. O estranho homem se torna

menos ameaçador a medida que começa a falar sobre alternativas.


Em outro dia, uma chuva de granizo vem do nada atingindo pessoas e destruindo carros. Abby

cai no chão atingida por enormes pedras de gelo e acaba sendo resgatada por um padre que

testemunhou sinais por todo o mundo. O Padre Lucci, interpretado por Peter Friedman.

Homem que viu gelo no deserto, horrores na guerra, mares com milhões de peixes mortos e

que veio ajudar Abby e a seu bebê!


Perigo por todo os lados

Para desespero de Abby, o Padre Lucci não é o homem que diz ser e nem veio para ajudar.

Mas sim um homem chamado de Cartafilo!

Cartafilo é um personagem biblico conhecido por ter sido guardião de Poncio Pilatos e homem

que agrediu Jesus violentamente. Cartafilo foi condenado então a vagar pela terra até o dia do

juizo final. Ele não veio ajudar Abby, veio para fazer valer o fim do mundo!


Agora temos um homem que faz alusão a Jesus libertando as profecias e um homem que faz

alusão a Cartafilo tentando fazer as profecias se cumprirem. E tudo isso culminando no caso do

marido de Abby, advogado cujo cliente será executado por suas crenças religiosas!


Abby precisa correr e impedir a execução de um doente mental disposto a morrer por suas

crenças!


Chegando a penitenciaria, Abby tenta impedir a execução. Apenas para Cartafilo em pessoa

roubar a arma de um guarda e assassinar o prisioneiro. No tiroteio, Abby é atingida e cai no

chão. Mas ao olhar para o lado, o prisioneiro foi morto por Cartafilo. Desencadeando o sexto

sinal!

A terra treme, um terremoto irrompe, Abby entra em trabalho de parto mesmo baleada. Abby

escuta a voz de uma enfermeira falando que perdeu o pulso do bebê.


Você morreria por ele?

Essas palavras proferidas por Cartafilo em pessoa ecoam na mente de Abby quando seu bebê

nasce sem vida. E de repente tudo se tornou claro para Abby. Se trata da escolha feita por

amor. Não precisando mais do que as palavras de Abby sobre dar a vida pelo seu bebê. Ela

estende a mão e imediatamente o bebê começa a chorar vivo. Abby desistiu da vida por seu

bebê.


E neste momento eu explico como Abby Quinn é uma heroina que morreu com profundos

valores conservadores. Na presença do sobrenatural, na ameaça contra a sua vida e a vida de

seu bebê, ela recorreu a ajuda da fé para se proteger até mesmo de forças que se afirmavam

como a Irá de Deus. Pela sua escolha, ela escolheu sacrificar a si mesma pela vida de seu bebê

e isso deu nova vida ao mundo.


Qualquer analise do filme e da personagem mostra como feministas jamais iriam admitir Abby

Quinn como uma heroína. Afinal, vai contra diversas bandeiras do feminismo. O feminismo é

um movimento político socialista que finge representar as mulheres sendo contra a família, a

religião, a legitima defesa e contra a vida das crianças inocentes. E Abby Quinn é uma heroína

que recorre a fé como legitima defesa de seu bebê inocente. Literalmente dando a sua vida

por ele!


Um filmão pouco reconhecido e altamente recomendado!

Por Marcio Strzalkowski - O Salsichão do Amor

Força e Honra!



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hozzászólások


bottom of page